Popular Post

Popular Posts

Posted by : Equipe Fã Clube Sinceramente Ana Carolina 15 de mai de 2013

Dez anos após receber Chico Buarque para conversa afetuosa registrada para seu primeiro DVD, Estampado (2003), Ana Carolina noticia dueto com o cantor e compositor carioca, gravado para seu sexto álbum de inéditas #AC, que chega às lojas em junho de 2013 com distribuição da Sony Music. O reencontro acontece em Resposta da Rita, samba feito pela cantora e compositora mineira em parceria com Edu Krieger. Como o título já explicita, a letra é resposta ao samba A Rita, composto por Chico em 1965 e lançado pelo autor em 1966. Além do samba Resposta da Rita, o álbum #AC alinha no repertório músicas como Leveza de valsa(Ana Carolina e Guinga), Luz acesa (Ana Carolina e Antonio Villeroy) - balada terna já disponível no  CD com a trilha sonora nacional da novela Flor do Caribe, recém-lançado pela Som Livre - e Un sueño bajo el agua (Ana Carolina e Chiara Civello). O CD #AC está finalizado. Eis a letra de Resposta da Rita e, na sequência, o encadeamento dos dois sambas - tal como eles foram gravados por Ana Carolina e Chico Buarque, no Rio de Janeiro (RJ), para o CD #AC:




Resposta da Rita 
(Ana Carolina e Edu Krieger)

Não levei o seu sorriso 
Porque sempre tive o meu 
Se você não tem assunto 
A culpada não sou eu 
Nada te arranquei do peito 
Você não tem jeito faz drama demais 
Seu retrato , seu trapo ,seu prato, 
Devolvo no ato pra mim tanto faz 
Construí meu botequim 
Sem pedir nenhum tostão 
A imagem de São Francisco 
E aquele bom disco estão lá no balcão 
Não matei nosso amor de vingança 
E deixei como herança um samba também 
Seu violão nunca foi isso tudo 
E se hoje está mudo por mim tudo bem 

Resposta da Rita (Ana Carolina e Edu Krieger) / A Rita (Chico Buarque)

Não levei o seu sorriso 
A Rita levou meu sorriso 
Porque sempre tive o meu 
No sorriso dela, meu assunto 
Se você não tem assunto 
Levou junto com ela o que me é de direito 
A culpada não sou eu 
E arrancou-me do peito e tem mais 
Nada te arranquei do peito 
Levou seu retrato, seu trapo, seu prato, 
Você não tem jeito faz drama demais 
Que papel 
Seu retrato, seu trapo, seu prato, 
Uma imagem de São Francisco e um bom disco de Noel 
Devolvo no ato pra mim tanto faz 
A Rita matou nosso amor de vingança 
Construí meu botequim 
Nem herança deixou 
Sem pedir nenhum tostão 
Não levou um tostão 
A imagem de São Francisco 
Porque não tinha não 
E aquele bom disco estão lá no balcão 
Mas causou perdas e danos 
Não matei nosso amor de vingança 
Levou os meus planos, meus pobres enganos, os meus vinte anos e o meu coração 
E deixei como herança um samba também 
E além de tudo 
Seu violão nunca foi isso tudo 
Me deixou mudo, o violão 
E se hoje está mudo por mim tudo bem

Fonte: Blog Notas Musicais

- Copyright © 2014 . - Powered by Graziella Silva - Distributed By Blogger Themes - Designed by Johanes Djogan